Valorização do caranguejo pilado

RESUMO/OBJETIVOS  
pilado_p

Ao nível da região Oeste, o caranguejo pilado é frequentemente alvo de captura acidental por parte de embarcações da pesca do cerco, sendo posteriormente rejeitado ao mar em virtude de não possuir valor económico. Este projeto teve como objetivo o incremento do valor comercial deste recurso, avaliando a viabilidade da sua exploração para a produção de biopolímeros de origem marinha. Para tal, as principais tarefas foram  a determinação da composição bioquímica do exosqueleto, a avaliação da sua potencialidade ao nível da extração/produção de biopolímeros estruturais (quitina/quitosano) e compostos antioxidantes (astaxantina), assim como a definição de procedimentos metodológicos a transferir para empresas de base biotecnológica.

PALAVRAS-CHAVE Caranguejo pilado; quitina/quitosano; incremento valor; biotecnologia
PARCEIROS Universidade de Aveiro, CERAMED-ALTAKITIN
COORDENADOR Sérgio Leandro – sleandro@ipleiria.pt | MARE-IPLeiria, Portugal
FINANCIAMENTO 26,842.00€ | PROMAR – GAC Oeste // Período Execução 2011-2013